Links em ordem dos Análises feitos e postados no Velho Testamento da ACF-edição-2011, com seus problemas de tradução e resoluções.


  Em nossa análise do VT da ACF2-2011, julgamos se há algum problema de tradução pelo método de equivalência formal, consultando o Texto Massorético de Jacob bem Chayyim e bíblias herdeiras, como a King James Bible (1611-1769), a de Almeida (1819) e entre outras bíblias fiéis ao Texto Tradicional, sem esquecer da LTT-ComNotas, por ser um trabalho de extrema ajuda. Analisamos os textos criteriosamente, usando “frases chaves” para identificar problemas de tradução:

·        OMITIU= Palavra que foi retirado (seja por itálico ou não) estando ela nos originais. Portanto, não seguindo o método de equivalência formal.
·        TRADUZIU DE FORMA MENOS QUE PERFEITA= dividindo em três (3) partes, entendemos por: 1) Palavra que foi traduzido dos originais, sem representação de forma similar+compatível dos originais; 2) Palavra de sinônimo em português que seria melhor do que o adotado; 3) Palavra que não faz nenhum sentido ao ser confrontada com as línguas originais, desde que seja usada sem contradizer os originais.
·        ACRESCENTOU sem ITÁLICO= são palavras que estão no texto português, mas não estão nos originais, sem nenhum motivo de aceitação. Portanto, são as que deveriam estar em itálico ou serem retiradas, ao menos que elas sejam acompanhantes de um termo para complementar o termo e o sentido da frase.


  Recebendo opiniões de muitos irmãos, divulgando entre grupos de crentes conhecidos, julgamos e de forma cordial, unanimemente concluímos se tais versículos são para a lista das “fugas da ACF-2011” ou não. Rejeitando totalmente aquilo que provem de um espírito confuso e difamador, aceitamos e dissertamos sobre o problema de forma clara e objetiva, sem cansar o leitor, usando as “frases chaves”, identificando problema.
  Colocamos em ordem todo conteúdo postado, só e exclusivamente sobre o VT da ACF-2011 e seus problemas de tradução que ainda não forem resolvidos. Esperamos suas resoluções de pelo menos a maioria dos mais gritantes, em casos de "omissões", "adições" e "más traduções" de certas palavras que não estão bem interpretadas nas formas/palavras que foram traduzidas, e que outras formas/palavras melhores de traduzir estão apresentadas aqui.
  Nada aqui é para ser usado como fonte de difamação da versão de bíblia em debate e as demais usadas, e nem para denegrir ou desacreditar do trabalho da SBTB (Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil) que publica bíblias fiéis o quanto possível aos Originais Texto Massorético e Receptus.
  Análises no VT (Velho Testamento) da ACF-2011, apresentados, dos probleminhas de tradução e suas resoluções, abaixo em sequência de publicação.
 - Você pode divulgar o nosso conteúdo, mas, com algumas condições:
1º) Colocando o endereço do conteúdo e do autor (as fontes); 2º) Sem o objetivo de promover contendas, confusões ou difamações; e, 3º)  Escrever diretamente aos irmãos da Trinitariana, mas, com muito respeito+humildade+amor+carinho pelo trabalho que fazem divulgando a bíblia mais Fiel aos Originais em nosso idioma e a própria Bíblia ACF.

Pentateuco
(Em breve)

Livros Históricos
(Em breve)

Livros Poéticos
http://batalhandopelaacf.blogspot.com/2017/05/acf2-2011-vt-nos-livros-poeticos.html
https://batalhandopelaacf.blogspot.com.br/2017/05/acf2-2011-vt-nos-livros-poeticos-ha.html
https://batalhandopelaacf.blogspot.com.br/2017/07/acf2-2011-vt-nos-livros-poeticos.html
https://batalhandopelaacf.blogspot.com.br/2017/10/acf2-2011-vt-nos-livros-poeticos.html

Profetas Maiores
https://batalhandopelaacf.blogspot.com.br/2017/02/acf2-2011-vt-em-nos-profetas-maiores-ha.html
https://batalhandopelaacf.blogspot.com.br/2017/03/acf2-2011-vt-em-nos-profetas-maiores-ha.html
https://batalhandopelaacf.blogspot.com.br/2017/04/acf2-2011-vt-em-nos-profetas-maiores-ha.html
https://batalhandopelaacf.blogspot.com.br/2017/05/acf2-2011-vt-em-nos-profetas-maiores-ha.html

Profetas Menores
https://batalhandopelaacf.blogspot.com.br/2017/01/acf2-2011-em-nos-profetas-menores-ha.html



Por Nadielson C. Araújo.



[Nossas postagens sobre este assunto, estão previstas para serem cessadas no final deste ano (2017), sem mais serem sujeitas à edições.]